Coluna Clio

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
Clio é a musa da História na Mitologia grega.

Temer na Cadeia Aécio na Cadeia

Temer na Cadeia Aécio na Cadeia
Copiem e colem em seus perfis

segunda-feira, 17 de julho de 2017

BIG HEAD: O VERDADEIRO "MÁSKARA"

https://www.facebook.com/colunaclio/photos/a.100264896991580.1073741828.100263240325079/507095452975187/?type=3&theater
BIG HEAD: O VERDADEIRO "MÁSKARA"

INTRODUÇÃO:




Bom, para começo, este nome "Máskara" foi uma forma abrasileirada de não traduzir "The Mask", que ficaria exatamente "a máscara", e ficaria estranho um cara chamado "A Máscara" no nosso país; por isso, é um erro proposital que deu originalidade ao personagem, diferente de "Coringa", que significa "pessoa feia", "vela triangular de barco", o "Coringa", de "Joker", que deveria ser "Curinga", pela sua popularidade muito grande fez e faz ainda o próprio Google errar em seu tradutor, mas este não é um erro proposital como acontece com o personagem "O Máskara", "Coringa", referindo-se a "Curinga" é um erro de analfabetismo mesmo, puro e simples, como por exemplo em algumas revistas em quadrinhos que trazem a expressão "cumequié", falado pelo Spider-Man, pelo Dare Devil e vários outros. "Cumequié" é um erro mais grave ainda do que coringa dito como Curinga"Máskara", um enorme erro ortográfico. 

Pois bem, não estamos aqui para falar de erros ortográficos, mas de uma grande transformação de um digamos "vilão" em herói, ou no termo mais usual atualmente, o "anti-herói". O Máskara passou de macabro a um bonzinho zombeteiro que anda caminha entre o crime e boa ação de herói.


Que tal, então, conhecermos o verdadeiro ser por trás da verde máscara?

1: TRADUÇÃO DE BIG HEAD PARA O PORTUGUÊS:


Traduzindo o termo Big Head para o Português-Brasil pelo Google tradutor temos que a expressão vinda ao pé da letra é "Grande Cabeça", logo, ficaria numa tradução ainda literal "Cabeça Grande" ou simplesmente "Cabeção". 

Mudar para "Mask" foi uma forma inteligente de deixar o personagem mais popular, menos agressivo e na tradução por "O Máskara" foi outra grande jogada comercial atraente e original no Brasil.

2: A MÁSCARA :



Origem: 

A máscara é uma máscara vudu da África, era mais humana, com nariz e boca feita com pedaços de jade.

Benefícios: 

1-Superpoderes de criar e transformar tudo em arma ou outros objetos;  

2-Regeneração acelerada;

3-Anestesiar a dor.

Efeitos colaterais: 

1-O usuário da máscara fica extremamente violento;

2_ Insanidade.

Remodulação: 


1: A máscara passou a ser uma máscara de origem celta, do deus Loki, deus celta da loucura e do fogo; foi uma das mudanças do HQ para o filme que ficou no novo desenho animado e no novo filme "O filho do Máskara" e no filme "um maluco sem a máscara" ou "um debiloide sem a máscara", (no original: "Rubber Face", ao pé da letra: Borracha Face ou "Cara de borracha")

2: A máscara passa a ser de madeira, com poucos detalhes, buracos na boca e nos olhos e uma peça de metal no lugar do nariz.

3: CROSSOVERS: 


O termo crossover, significação:

O termo Crossover, grosso modo significa misturar, no caso de quadrinhos seria misturar personagens de HQs diferentes que a princípio não tem nenhuma relação entre si.

Crossovers mais populares: 

Há vários crossovers com o personagem Big Head, os mais famosos são com os personagens "Lobo" e "Joker", o Curinga do Batman, que erroneamente é traduzido como "Coringa".

4: O EFEITO JIM CARREY:



Agora, a pergunta que não quer calar: por que Big Head mudou para "O Máskara", deixando de ser vilão para ser um anti-herói engraçadíssimo, tão engraçado que foi feita uma versão de desenho e ainda outros filmes baseado no filme "The Mask"?

Como o cara escolhido para o papel era muito talentoso, sobretudo na comédia, seria um desperdício usá-lo num personagem tão sombrio, então, para o Jim Carrey. 

Então, o Big Head foi recriado para que o ator pudesse fazê-lo com a perfeição que foi no cinema, e foi um grande sucesso que ainda hoje tem fãs. 

5: O MÁSKARA NO CARNAVAL BRASILEIRO, ENTRE OS VILÕES:



O Carnavalesco da "Portela", desfilou na "Belford Roxo" vestido de Máskara ao mesmo tempo em que fez seu amigo Moisés Carvalho , da ala azul e branco da "Madureira", empunhando um cartaz com a frase "Moisés é o cara", o convite foi feito por Wagner Gonçalvez da "Inocentes", que fez na avenida um desfile de vilões, dentre os quais estava o personagem do filme "V de Vingança", também adotado, após o sucesso do filme, pelo grupo hacker "anonymous", que antes não tinha rosto algum com o qual se identificar, aí a máscara serviu perfeitamente para eles.

Novamente, quando visto como vilão, o Máskara acabou sendo herói num crossover carnavalesco da vida real.


6: COMO FOI FEITA A MAQUIAGEM DE JIM CARREY?

E agora, para fechar o artigo com chave de ouro, será respondia a pergunta que acredito que muita gente tenha em mente: "como aquela máscara foi feita?".

Pois bem. foi assim: 

Como foi feita a maquiagem de Jim Carrey para “O Máskara”?
Como foi feita a maquiagem de Jim Carrey para “O Máskara”?
Como foi feita a maquiagem de Jim Carrey para “O Máskara”?
Como foi feita a maquiagem de Jim Carrey para “O Máskara”?

Os dentes da máscara: Os dentes da máscara foram postos no manequim de experimento, mas o ator Jim Carrey os acho engraçados e resolveu interpretar com ele, uma coisa que não estava nos planos e ele teve que ensaiar mais tempo todas as falas com os dentes, que acabaram ficando característicos do personagem.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

O Máskara não foi o único nem foi o último personagem a ser modificado nos cinemas, geralmente é uma coisa que irrita muito os fãs, talvez irrite um pouco os fãs saber que o anti-herói é de fato um vilão que foi remodelado, mas para aqueles que gostam de ver a etimologia, saber a origem das coisas como foram de fato, acredito que este artigo os aguçará bastante a vontade de pesquisa.

E para aqueles que não conheciam ainda o personagem de forma alguma, acredito que fique a curiosidade em ver as duas formas, e será bastante válida a forma a que Jim Carrey deu vida; é um ator brilhante, uma estrela ascendente nas telonas de Hollywood. 

Ateu Poeta
18/07/2017


Fontes:

http://freingz.com.br/2016/09/09/maskara-alemdastelas/

https://filmow.com/listas/jim-carrey-l46130/

http://sambarazzo.com.br/site/tag/inocentes

https://pt.wikipedia.org/wiki/Crossover_(fic%C3%A7%C3%A3o)

http://sambarazzo.com.br/site/tag/porto-da-pedra


http://sambarazzo.com.br/site/e-ai-noticias/o-maskara-paulo-barros-vai-desfilar-fantasiado-do-personagem
ANEXOS:


domingo, 9 de julho de 2017

SITES PARA BAIXAR JOGOS COM EMULADOR


SITES PARA BAIXAR JOGOS COM EMULADOR

Se você jogou videogame nos anos 90 e 2 mil, é muito provável que tenha saudade de jogos que não existem mais à venda no mercado, até de videogames em si que não estão mais; mas muitos desses jogos podem e são jogados com emuladores disponibilizados em vários sites, e aí seguir estão dois com jogos como"#Sonic", "#Marvel_vs_stree_fighter", "#Pokemón", "#Harlequin", "#Deathsmiles", etc.


Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti
10/07/2017

segunda-feira, 3 de julho de 2017

ATEU POETA NO MÉXICO

https://colunaclio.blogspot.com.br/2017/07/ateu-poeta-no-mexico.html
ATEU POETA NO MÉXICO

EM 2010, com o esvaziamento do Orkut, e para divulgar o Jornal Delfos-CE, criado em 2007, eu criei o perfil com o endereço "jornaldelfos" e acabei conhecendo dois perfis relacionados à "Revista Coincidir", e, a princípio, eu ia entrevistá-los, pois achei interessante uma revista voltada para a arte e quando acessei o site da revista achei ela bem parecida com o Jornal Delfos, que tem em seu objetivo principal difundir a arte, além de História e trabalhos acadêmicos, fora o próprio jornalismo, que vêm depois de tudo isso.

Conversa vem, conversa vai, acabei errando ao enviar as perguntas porque na época as notificações do Facebook iam para o e-mail, e ainda vai para os perfis que não aprendem a bloquear esta função, mas, não adianta responder do e-mail como feedback, por não existe o feedback do e-mail para as notificações, só existe o feed; mas, como eu não sabia disso, acabei perdendo todas as perguntas e acabei não realizando a entrevista, mas apesar disso, continuamos a conversar e quando estava perto da nova edição da Coincidir resolvemos por uma das minhas poesias na revista, e como quando traduzi pelo Google para o Espanhol e relatei para a Coincidir que o sentido mudava muito no literal, então a revista resolveu pôr nos dois idiomas, uma em cada página, fizeram por lá até um desenho muito legal para acompanhar.

Eu já havia registrado no Facebook, mas como os blogs do Google são mais confiáveis e como este blog em particular é direcionado para História, decidi fazer aqui também este relato. 

A Coluna Clio é uma extensão do Jornal Delfos-CE, do mesmo modo que existe também uma outra extensão chamada Coluna Diamante, ambas com grupo e páginas relacionadas no Facebook.



SINFONIA MAGNÉTICA 

(#Ateu_Poeta) ano 2010



No site da #Revista_Coincidir, onde saiu também impresso no #México na edição nº16, nas páginas 24 e 25 em #Português_e_em_Espanhol




A poesia no blog Ateu Poeta:

[As formas "beixo", "maestrial" e "abrasas" leia-se "beijo" e "maestria" e "abrasa"]

#José_Gonzaga foi um erro porque era para ser o meu nome completo (José Aroldo Gonzaga Arruda Filho).

Mas, tá valendo porque a poesia foi publicada em duas páginas, em dois idiomas e fora do Brasil, impresso e online.



Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti
03/07/2017


quarta-feira, 28 de junho de 2017

ANOS INCRÍVEIS: SEGREDOS DA SÉRIE

https://colunaclio.blogspot.com.br/2017/06/anos-incriveis-segredos-da-serie.html
ANOS INCRÍVEIS: 
SEGREDOS E PARADEIRO DO ELENCO
Por: Paulo Almeida Prado
Divulgação: Ateu Poeta

Dois artigos de Paulo Almeida Prado sobre o paradeiro do elenco de "Anos Incríveis", com vídeo do último capítulo e 30 segredos da série, além de fotos comparativas antes e depois dos atores. É sempre bom relembrar. Então, divirtam-se! 

Ateu Poeta
(Historiador)
28/06/2017
________________________________________________________________________________

KEVIN ARNOLD, WINNIE COOPER E MAIS: OS SEGREDOS DA SÉRIE ANOS INCRÍVEIS
Por: Paulo Almeida Prado


1 - Originalmente chamado The Wonder Years, o seriado estreou no dia 31 de janeiro de 1988, na emissora norte-americana ABC. Foram 115 episódios ao longo de 6 temporadas, com o último capítulo sendo exibido em 12 de maio de 1993.



2 - Na TV brasileira, a série foi lançada em 1993 pela Cultura e pelo Multishow, levando o nome Anos Incríveis e fazendo grande sucesso. Depois, a produção ainda foi exibida pela Band e pelo Canal 21.

3 - Uma das mais famosas dos anos 80, a sequência de abertura era embalada pelo sucesso With a Little Help From My Friends, na versão de Joe Cocker, mostrando a família Arnold em filmagens caseiras.


4 - A produção conta a história da infância e da adolescência do menino Kevin Arnold (Fred Savage). Já adulto, ele narra suas lembranças daquela época, recordando os principais acontecimentos envolvendo sua família e seus amigos. A série vai de 1968 a 1973, mostrando Kevin entre os 12 e os 17 anos. A intenção era atrair a audiência da geração Baby Boomer, aquela nascida após o final da Segunda Guerra Mundial, a partir de 1946, até 1964.

5 - Além de Kevin, outros personagens marcantes da série são a esperta Winnie Cooper (Danica McKellar), primeira grande paixão do garoto, e o tímido Paul Pfeiffer (Josh Saviano), melhor amigo do protagonista.


6 - A trama também dá destaque aos outros integrantes da família Arnold. O pai Jack (Dan Lauria) é veterano da Guerra da Coreia e simboliza a geração de pais que teve que lidar com as mudanças sociais e culturais dos anos 60. Norma (Alley Mills) é a mãe da família e zela pela educação dos filhos: Wayne, o implicante filho mais velho e Karen, filha hippie, sempre disposta a desafiar valores familiares.

7 - À medida em que a trama avança, a produção mostra momentos marcantes da história dos Estados Unidos, como a chegada do homem à Lua, ocorrida em 1969.

8 - Originalmente, a obra era planejada para ser um filme, ideia que se alterou posteriormente.


9 - Na época, Anos Incríveis se destacou de outros seriados por fugir da fórmula clássica de sitcoms, evitando características como cenário único e claque de risadas marcando cenas de humor.

10 - Aproximadamente 400 atores mirins foram testados para os papéis de Kevin, Winnie e Paul.

11 - Inicialmente, o papel de Winnie iria pra Crystal McKellar, irmã de Danica. Porém, a produção mudou de ideia e Crystal fez apenas pequenas participações na série.


12 - O primeiro capítulo foi exibido logo após o encerramento da transmissão do Super Bowl XXII, no qual o Washington Redskins se sagrou campeão da NFL após derrotar o Denver Broncos. O jogo foi assistido por mais de 80 milhões de espectadores, fato que colaborou para que o piloto da produção tivesse uma boa audiência.

13 - Por insistência da ABC, a cidade na qual a série se passava nunca foi mencionada. Isso se deve à intenção de que a obra mostrasse uma rotina comum e típica dos Estados Unidos, se encaixando em qualquer um dos 50 estados.

14 - No episódio de estreia, Kevin e Winnie dão seu primeiro beijo. Este também foi o primeiro beijo dos atores, que na época tinham 12 anos. Anos mais tarde, ambos confessaram que se apaixonaram e que a relação se tornou apenas amizade.


15 - Na versão original, a voz de Kevin Arnold adulto era feita pelo ator Daniel Stern, famoso pelos dois primeiros filmes da franquia Esqueceram de Mim.

16 - A produção ganhou seu primeiro prêmio Emmy com apenas seis episódios tendo sido exibidos. A premiação ocorreu na categoria Melhor Série de Comédia, no ano de 1988.


17 - Em 1989, Fred Savage, na época com 13 anos, se tornou o ator mais jovem a ser indicado ao Globo de Ouro e ao Emmy pela categoria Melhor Ator em uma Série de Comédia.

18 - A ideia de que o pai de Kevin fosse veterano de guerra partiu do ator Dan Lauria, que interpretava Jack. O artista também foi militar, tendo lutado na Guerra do Vietnã. Atualmente, Lauria participa de organizações que buscam defender os direitos de veteranos nos Estados Unidos.

19 - Na versão brasileira, Kevin Arnold era dublado por uma mulher. Sua voz era a da dubladora Angélica Santos, famosa por interpretar Cebolinha nos desenhos da Turma da Mônica.


20 - As filmagens da obra eram bastante tumultuadas, devido ao fato de que os três principais atores eram menores de idade. De acordo com leis trabalhistas, as crianças tinham que dividir seu tempo entre as gravações e a escola, o que trazia uma agenda repleta de intervalos e retomadas.

21 - Uma das características mais marcantes da produção é a trilha sonora, composta por hits dos anos 60 e 70. Porém, devido a questões envolvendo direitos autorais, boa parte das músicas não está disponível nas versões lançadas em DVD e streaming.

22 - A produção contou com vários nomes famosos em seus primeiros papéis, como Juliette Lewis, Jim Caviezel, Alicia Silverstone e David Schwimmer.


23 - A produção foi cancelada em 1993, após um conflito entre a ABC e os produtores. Enquanto a emissora queria manter a aura inocente da série, a equipe pretendia abordar temas mais adultos conforme Kevin crescia. Além disso, os crescentes custos de filmagem também contribuíram para a decisão.

24 - Em meio ao impasse, o capítulo final foi filmado sem que o elenco soubesse que aquele seria o fim da série. Apenas uma narração, inserida posteriormente, encerrava a trama.

25 - O final da série causou polêmica por Kevin e Winnie não ficarem juntos. No último episódio, Kevin conta que a menina foi estudar na França, passando a se comunicar com ele por cartas. Anos mais tarde, quando se reencontraram, o protagonista já havia se casado e se tornado pai.


26 - Fred Savage, intérprete de Kevin, defendeu em entrevista o encerramento da série, dizendo que o roteiro pretendia mostrar que nem sempre a vida toma os rumos imaginados pelas pessoas.

27 - No último episódio, também é revelado o destino de outros personagens. Paul foi para Harvard e se tornou um advogado de sucesso. Já a família de Kevin também mudou: Jack faleceu em 1975, deixando Norma viúva; Wayne assumiu a direção da fábrica de móveis da família e Karen se tornou mãe.


28 - Uma lenda urbana bastante recorrente nos primórdios da internet sugeria que Paul era interpretado pelo cantor Marilyn Manson, o que não passa de boato.

29 - Fred Savage segue na carreira artística, atuando em séries e também como diretor de TV. Danica McKellar também faz participações em seriados, mas é formada em matemática e já lançou quatro livros sobre o tema. Já Josh Saviano abandonou as artes, se formando em Ciências Políticas e Direito.

30 - Apesar de ter uma carreira bem-sucedida, Savage afirmou recentemente que, ao contrário de muitos atores, não se incomoda em ser associado ao papel da infância. Ele afirmou que sabe que sempre será identificado como Kevin Arnold e que se sente feliz de ser lembrado por algo bom.



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

POR ONDE ANDA O ELENCO DE ANOS INCRÍVEIS?

Por: Paulo Almeida Prado

Produzido entre 1988 e 1993, o seriado Anos Incríveis marcou época, retratando o cotidiano de uma família tipicamente norte-americana nos anos 60 e 70.



A seguir, saiba por onde anda o elenco da produção.

Fred Savage


O ator vivia Kevin Arnold, o menino que protagoniza a série. Atualmente, além de dirigir produções televisivas, atua como ator na série The Grinder, de 2015.

Danica McKellar


A atriz interpretava a menina Winnie Cooper, primeiro amor de Kevin. Hoje em dia, além de ser graduada em matemática e escrever livros sobre o tema, faz participações em filmes e séries; seu último trabalho foi na dublagem da animação DC Super Hero Girls, em 2015.

Josh Saviano


O então ator mirim interpretava Paul, melhor amigo de Kevin. Parou de atuar ainda na juventude e atualmente é advogado.

Dan Lauria


O veterano era Jack, pai de Kevin. Seu último papel foi na série Blue Bloods, em 2015. 

Alley Mills


Interpretava Norma, a mãe da família. Está no elenco da soap opera The Bold and the Beautiful desde 2006.

Jason Hervey


O ator vivia Wayne, irmão de Kevin. Abandonou a atuação e atualmente trabalha como produtor de TV.

Olivia d'Abo


Vivia Karen, a irmã de Kevin. Seu último trabalho foi o telefilme Inspired to Kill, de 2016.

Daniel Stern


O ator vivia a versão adulta de Kevin Arnold, narrando os episódios e não aparecendo fisicamente. Esteve no elenco da série Manhattan, em 2014.
____________________________________________________________________________________________________________

Fonte: