Coluna Clio

Extensão do Jornal Delfos-CE: http://jornaldelfos.blogspot.com.br/
Clio é a musa da História na Mitologia grega.

Temer na Cadeia Aécio na Cadeia

Temer na Cadeia Aécio na Cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

GÊNESIS: ANÁLISE ETIMOLÓGICA

GÊNESIS: ANÁLISE ETIMOLÓGICA


Por análise simples da palavra "Gênesis" não podemos deixar de notar que é semelhante à "Nêmesis", com quase exatidão de pronúncia e exatidão de número de letras e fonemas. 

Para entendermos o sentido real de "Gênesis" pegaremos a raiz "gen" em Alemão, em Latim  "genus" (nascimento, descendência, origem; raça, tronco; descendente, rebento, filho), com os derivativos indo-europeu "gen" e"gne" (nascer, gerar), génos (ato de gerar, descendência, pessoas que têm a mesma idade) em Grego, e, novamente do Latim, "generatio" ("geração, reprodução (das espécies); raça, família, genealogia, linhagem"). 

Geração vindo de generatio +onis (Latim); Gênero vindo de genus + eris (Latim) que veio de génos + eos (Grego); e gene (alemão) vindo de gen-/gne (Indo-Europeu).

Por sua vez "Nêmesis", de onde é praticamente inegável que o termo "Gênesis" lhe tenha surgido por imitação, vem de "némo" (do Grego antigo, "distribuir"), com raiz indo-européia "nem", que em Latim vem  "nec", advérbio de negação semelhante ao nosso "não".

Nêmesis acabou se fundindo, se confundindo e mesmo gerando muitas outras deusas, como a própria Ivstícia ou Iustícia, de onde mais tarde veio o termo Justiça, enfim, entre Nêmesis e Gênesis, a maior coincidência é a finalização "esis". Pois bem, no Egito havia um panteão com mais de 700 deuses, dentre elas, Ísis. 

Já mostrei em artigos anteriores que Nêmesis é imitação direta de Ísis, assim como Íris (deusa do arco-íris) e outros seres alados que quando não imitam Ísis imitam Hórus, em diversas outras mitologias e religiões (não que exista alguma diferença entre mitologias e religiões, mas é convencional aceitar estas como cultuadas e aquelas como não mais cultuadas).

Por fim, uma vez que um dos principais significado de genes, de onde vem "Gênesis" é filho, logo, "Gênesis" ao pé da letra significa não "origem", mas filho ou filhos de Ísis.

" (...) Etimologia e significado

A palavra 'nêmesis' vem do grego antigo , derivado do verbo (némo: 'distribuir'), da raiz indo-europeia nem-. O termo foi usado com o significado de 'desdém', 'indignação' por Homero (na Odisseia) e por Aristóteles (na Etica Nicomachea), e com o sentido de 'vingança', 'castigo' por Heródoto, por Cláudio Eliano (na Varia historia) e por Plutarco. Na Theologumena arithmeticae de Jâmblico designa o numeral cinco.

A palavra tem também o sentido de justiça distributiva . Originariamente, a deusa grega infligia dor ou concedia felicidade segundo o que era justo. Portanto, por antonomásia, entende-se nêmesis como a situação negativa que se segue a um período particularmente favorável, como ato de justiça compensatória. A ideia que subjaz ao termo é a de que o mundo deve obedecer a uma lei de harmonia, segundo a qual o bem deve ser compensado pelo mal em igual medida.

Significado atual do termo

Em português, a palavra designa 'alguém que exige ou inflige retaliação' ou, por extensão de sentido, um 'rival ou adversário temível e geralmente vitorioso'. Na cultura inglesa moderna, o termo assumiu o significado de 'inimigo' ou o pior inimigo de uma pessoa, normalmente alguém que é exatamente o oposto de si mas que é também, de algum modo, muito semelhante a si. Por exemplo, o Professor Moriarty é frequentemente descrito como a nêmesis de Sherlock Holmes, isto é, seu arqui-inimigo, pelo qual, todavia, nutre grande respeito e admiração. (...) "

https://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%AAmesis_(mitologia)

"(...) Gênesis (português brasileiro) ou Génesis (português europeu) (do grego Γένεσις, "origem", "nascimento", "criação","princípio") (...)"



"A palavra gene não tem uma relação direta com o verbo nascer, nem mesmo por via do latim. Na verdade, foi criada em alemão, segundo o Dicionário Houaiss:



«alemão] Gen (1909) ["unidade fundamental, física e funcional da hereditariedade, constituída pelo segmento de uma cadeia de ADN responsável por determinar a síntese de uma proteína"], vocábulo] criado [em alemão] por W. L. Johannsen (1857-1927, biólogo dinamarquês), com base no radical [indo-europeu] *gen-/gne- "nascer, gerar", pelo francês gène (1935) "idem"».



Ou seja, a palavra gene não significa «raça» nem «geração», mas, pelo referido radical indo-europeu *gen-/gne-, «nascer, gerar», relaciona-se com palavras que podem aludir a esses significados; por exemplo: gênero, «conjunto de seres ou objetos que possuem a mesma origem ou que se acham ligados pela similitude de uma ou mais particularidades» (Hoauiss), do latim genus, -eris, «nascimento, descendência, origem; raça, tronco; descendente, rebento, filho», derivado do grego génos, -eos, com o mesmo significado; geração, «ato de gerar», «descendência», «pessoas que têm a mesma idade», do «latim] generatio, onis, "geração, reprodução (das espécies); raça, família, genealogia, linhagem"» (idem). Não tendo derivado do radical de nascer, gene tem, no entanto, uma relação etimológica indireta com o étimo do verbo português, isto é, como o verbo latino nascor, que teria uma forma mais antiga, *gnascor (não atestado), cujo radical remonta à raiz indo-europeia *gen/gne- (idem, s. v. gen-)."




"Nascor
(...) Latim 
Etimologia 

De gnāscor anterior , de Proto-Italic * gnāskōr , de Proto-Indo-Europeu * ǵenh1- . Cognato com o grego antigo γεννάω ( gennao , " para gerar " ) .
Pronúncia 
( Clássica ) IPA ( chave ) : /naːs.kor/ , [naːs.kɔr]
Verbo 

nascor ( infinitivo presente nasci , perfeito ativa soma Natus ); Terceira conjugação , depoente
Eu sou nascido , gerado
Eu me levanto , proceda
Eu cresço , broto
Inflexão 

Nota: O particípio futuro às vezes é nāscitūrus .
[ Mais ▼ ] Conjugação de nascor ( terceira conjugação , depoente )

Termos relacionados 
Ver também 



Ateu Poeta
22/02/2017
Artigos relacionados: